Follow us on Facebook Follow us on Twitter
#RioOccupationLdn

Bruno Vianna

by thiago.jesus on July 06, 2012

Filmmaker. Bruno graduated in Cinema form UFF and completed a masters in Digital Media at New York University. A filmmaker with a strong interest in interactive media, Bruno released his first work as a director in 1994 with a short Geraldo Voador, which won awards for best film, best director, best photography and best editing, in addition to widespread praise from 10 international and national cinema festivals including Gramado, Brasília, RioCine, Festival Cinema Festival of Chile and of New york. With the award for best film with the lowest budget from the Brazilian Ministry of Culture, he directed his first long Cafuné, launching commercially in digital media and in 35 mm. He released the film based on the Creative Commons licensing rules which means it is free to share via the internet and other mediums. In 2009, Bruno released Ressaca, by mounting the film live in front of the public; an unusual way to premier your work. 

Bruno will create an art installation in which the public will see the results of a future excavation during the London Olympics 2012 and Rio de Janeiro 2016. Using irony to subvert the values of archeology that fetishises the "unique", "authentic" and "original" in an object in order to impose a logical hierarchy of civilizations, Bruno shall create a debate between current and future Rio and London. An installation with videos, objects and photographs (produced realistically, but contextualized in the future) will invite people to look differently at their relationships with the past of these two iconic and historic cities.

Collaborating British Artist: Gary Stewart
Local Producer: Elizabeth Lynch and Assistant Producer.
Potential Exhibition Platforms: Southbank Centre and Queen Mary University of London.

 

Cineasta. Bruno se formou em Cinema na UFF e fez pós-graduação em Mídia Digital na New York University. Cineasta com forte interesse em mídias interativas, estreou como diretor em 1994, com o curta-metragem Geraldo Voador, que ganhou prêmios de melhor filme, melhor direção, melhor fotografia e melhor edição, além de menções honrosas em 10 festivais nacionais e internacionais de cinema, incluindo Gramado, Brasília, RioCine, Festival de Cinema do Chile e de Nova Iorque. Com o prêmio de melhor filme com baixo orçamento de MinC, ele dirigiu seu primeiro longa-metragem Cafuné, lançado comercialmente em mídia digital e em 35 mm. O diretor teve a ideia de licenciar o filme a partir das regras do Creative Commons, o que deixa livre o compartilhamento gratuito do filme via internet e outros. Em 2009, Bruno publicou Ressaca, em uma experiência incomum na qual o diretor ‘montou’ o filme ao vivo, diante do publico.

Bruno vai criar uma instalação de arte na qual o público verá o resultado de uma escavação durante os Jogos Olímpicos de Londres 2012 e Rio de Janeiro 2016, acontecida no futuro. Usando da ironia para subverter os valores da arqueologia que buscam o fetiche do objeto “único”, “autêntico”, “original”, para impor uma lógica hierárquica entre civilizações, Bruno vai criar um debate entre o Rio e a Londres de hoje e do futuro. Uma instalação com vídeos, objetos e fotografias (produzida de forma realista, mas contextualizada no futuro) vai convidar as pessoas a ter um olhar diferente para a sua relação com o passado dessas duas cidades icônicas e históricas.

Artista colaborador britânico: Gary Stewart
Possível local da apresentação: Southbank Centre, Canary Wharf ou Queen Mary University of London.


There are no comments or ratings for this product entry yet.

Dynamic Layout