Follow us on Facebook Follow us on Twitter
#RioOccupationLdn

Ratão Diniz

by thiago.jesus on July 06, 2012

Photographer. Ratão graduated in photography from Escola de Fotógrafos Populares do Observatório de Favelas do Rio de Janeiro. He also works for the Agência-Escola Imagens do Povo which was created to bring together and promote the circulation of images produced by the school’s photographers. Today Ratão is a photographer at Coletivo Multimídia Favela em Foco, created by a group of photographers from the Mare Community where all members dedicate themselves to documental production and most of the time to multimedia focused primarily in photography in favelas. He was the assistant at the Fotografa da Escola Popular de Comunicação Critica do Observatório de Favelas and collaborated for two years at CEASM – Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré. From 2008- 2009 he photographed the program Rio Cultura de Paz/ Pronasci which was a project developed by the Ministry of Justice and by the State Secretariat of Social Assistence and Human Rights in Rio de Janeiro. Between 2011 and 2012 he worked for the Special Secretary of Economic Development of the Council of Rio de Janeiro, which was part of the project Rio Economia Solidária. A documental project that Ratão has been involved in is the documentation of graffiti walls in favelas in Rio, which aim to preserve the growing culture of urban art in the city. Another of Ratão’s projects is photo-documenting cultural manifestations in popular spaces thus constructing a visual narrative to give value, importance, and resilience to popular traditions. Ratão was invited to accompany and produce photographs from all over Brazil during the tour of Revelando os Brasis, a project of inclusion and audiovisual education developed by Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura in partnership with Instituto Marlin Azul and today he is continuing this work independently. He was also the official photographer to the musical event Semana de Música Antiga from UFMG. Since 2010 he has been working with group Roda Gigante, a group of clowns who act in 5 hospitals within the state of Rio de Janeiro, offering clown workshops and performances.

Taking to London his experience and his unique eye, trained on the outskirts of Rio de Janeiro, Ratão Diniz will produce giant photo prints to be displayed on the facades of the Olympic City and/or indoors in public spaces. The work will concern Ratão’s photo coverage of the artistic production of grafitti in Rio – considered to be one of the best in the world. Using wheat-paste technique, he will explore the outskirts of London, where great historical legacy share space with evident icons of contemporary urban life (including London’s grafitti), creating images that will link the artistic production typical of large cities and the way of life of its inhabitants. London’s popular and cool universe cool meets Rio’s “brazilianness” and social provocation.

Host Institution: Brickbox

 

Fotógrafo formado pela Escola de Fotógrafos Populares do Observatório de Favelas do Rio de Janeiro, Ratão trabalha para a Agência-Escola Imagens do Povo, criada para reunir e promover a circulação das imagens produzidas pelos fotógrafos que forma. Também é fotógrafo do Coletivo Multimídia Favela em Foco, criado por um grupo de fotógrafos populares da comunidade da Maré, onde todos atuam com dedicação à produção documental e muitas vezes multimídia, mas centrada, sobretudo, na fotografia em favelas. Foi monitor do núcleo de Fotografa da Escola Popular de Comunicação Critica do Observatório de Favelas e colaborador, durante dois anos, do CEASM – Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré. De 2008 a 2009, fotografou o programa Rio Cultura de Paz/Pronasci, projeto desenvolvido pelo Ministério da Justiça e pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro. Entre 2011 a 2012, trabalhou para a Secretária Especial de Desenvolvimento Econômico Solidário da Prefeitura do Rio de Janeiro, dentro do projeto Rio Economia Solidária. Projetos documentais que vem realizando incluem a documentação dos mutirões de graffitis nas favelas cariocas, cujo objetivo é preservar a memória desta arte urbana no Brasil; e a fotodocumentação de algumas manifestações culturais existentes nos espaços populares, construindo uma narrativa visual que contribui para a valorização, a importância e a resistência dessas tradições populares. Ratão acompanhou e produziu fotografias pelo interior do país no circuito de exibição Revelando os Brasis, projeto de inclusão e formação audiovisual desenvolvido pela Secretaria do Audiovisual do MinC em parceria com o Instituto Marlin Azul. Realizou o registro fotográfico da Semana de Música Antiga da UFMG. Desde 2010, trabalha para o Roda Gigante, grupo de palhaços que desenvolve ações em cinco hospitais do estado do Rio de Janeiro, oferecem oficinas de palhaçaria, espetáculos e shows.

Levando a Londres sua experiência e seu olhar formado na periferia do Rio de Janeiro, Ratão Diniz vai produzir ampliações fotográficas gigantes para serem exibidas nas fachadas da cidade olímpica e/ou em espaços públicos internos. Seu trabalho vai dialogar com a cobertura fotográfica que tem feito da produção artística do grafite carioca – considerada um dos melhores do mundo. Utilizando a técnica do lambe-lambe, ele vai explorar a periferia de Londres, onde residem grande herança histórica junto com evidentes ícones da vida urbana contemporânea (incluindo o grafite londrino), criando imagens que ligarão a produção artística típica de grandes cidades e o modo de vida de seus habitantes. O universo cool e popular de Londres encontra a provocação social e brasilidade cariocas.

Instituição anfitriã: Brickbox.


There are no comments or ratings for this product entry yet.

Dynamic Layout